Editorial e Prefácio

Alberto Manuel Brandão Simões

Resumo


Editorial

 

Neste oitavo ano de vida a Linguamática teve, como é seu hábito, duas edições. A primeira, em Julho, apenas com três artigos, e esta edição, de Dezembro, com artigos alargados correspondentes a uma workshop realizada com conjunto sim a conferência PROPOR'2016, a ASSIN: Avaliação de Similaridade Semântica e de Inferência Textual. Se por um lado o número de artigos publicado é pequeno, por outro, o número de artigos recebidos para avaliação não o foi, estando dentro da média habitual da Linguamática.

Mas o ano de 2016, embora mau, como sabemos, para muitas personalidades do mundo da música, não o foi para a Linguamática, que continua a ser indexada pela Scopus (embora o site da Scopus ainda não inclua todas as edições recentes), e passou a ser incluída na Web of Science da Thomson Reuters, no índice ESCI (Emerging Sources Citation Index), um índice de revistas selecionadas para avaliação e possível integração nos índices de topo. São, sem dúvidas, duas notícias que nos fazem muito orgulhosos dos nossos autores.

 

Prefácio

A Avaliação de Similaridade Semântica e de Inferência Textual (ASSIN) foi proposta como um Workshop em paralelo com o PROPOR 2016 para apresentação dos resultados da avaliação conjunta de duas subtarefas relacionadas, tratando da língua portuguesa, especificamente do Português do Brasil (PB) e Europeu (PE). Ambas as subtarefas dizem respeito ao entendimento de um par de sentenças: a similaridade semântica (STS, Semantic Textual Similarity) é uma medida numérica de 1 a 5 do quão similar é o conteúdo das duas sentenças; e a inferência textual (RTE, Recognizing Textual Entailment) consiste em classificar o par como tendo uma relação de implicação, paráfrase, ou nenhuma das duas.

A avaliação conjunta deixou como legado o córpus ASSIN de 10.000 pares de sentenças (5.000 em PB e 5.000 em PE) usado pelos participantes e que está publicamente disponível em http://nilc.icmc.usp.br/assin/. Somos gratos a todos os anotadores do córpus, pois sem eles a avaliação não teria sido realizada.

Foram seis os participantes da avaliação: três do Brasil (Solo Queue, Blue Man Group, LEC-UNIFOR) e três de Portugal (INESC-ID, ASAPP, Reciclagem) sendo que todos participaram da tarefa STS, e somente quatro deles da tarefa RTE.

Nesta edição especial da Linguamática em homenagem ao Workshop ASSIN, trazemos o artigo com a apresentação da Avaliação Conjunta e mais cinco versões revisadas e estendidas dos seguintes artigos apresentados no Workshop, sendo que as equipes ASAPP e Reciclagem escreveram um único artigo reportando ambos os resultados.

Desejamos a todos uma leitura proveitosa destes trabalhos!


Texto Completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Indexed by Scopus Indexed by Linguistics & Language Behavior Abstracts DBLP Indexed by Directory of Open Access Journals Indexed by REDIB Indexed by Google Scholar