Análise da Inteligibilidade de textos via ferramentas de Processamento de Língua Natural: adaptando as métricas do Coh-Metrix para o Português

  • Carolina Evaristo Scarton NILC/ICMC - Universidade de São Paulo São Carlos - SP
  • Sandra Maria Aluísio NILC/ICMC - Universidade de São Paulo São Carlos - SP

Resumo

Este artigo apresenta o projeto de adaptação de métricas da ferramenta Coh-Metrix para o português do Brasil (Coh-Metrix-Port). Descreve as ferramentas de processamento de língua natural para o português que foram utilizadas, juntamente com as decisões tomadas para a criação da Coh-Metrix-Port. O artigo traz duas aplicações da ferramenta Coh-Metrix-Port: (i) a avaliação de textos jornalísticos e sua versão para crianças, mostrando as diferenças entre os textos supostamente complexos e textos simples, isto é, os textos reescritos; (ii) a criação de classificadores binários (com córpus de textos dedicados a adultos e crianças), analisando a influência do gênero no desempenho destes classificadores (gêneros jornalístico e de divulgação científica) e de textos de outras fontes. A precisão do melhor classificador treinado foi conseguida com a implementação de Support Vector Machines (SMO) do WEKA e foi de 97%. Como as métricas desta ferramenta ajudam a discriminar com boa precisão textos dedicados a adultos e a crianças, acreditamos que elas possam também ajudar a avaliar se textos disponíveis na Web são simples o suficiente para serem inteligíveis por analfabetos funcionais e pessoas com outras deficiências cognitivas, como afasia e dislexia, e também para crianças e adultos em fase de letramento e assim permitir o acesso dos textos da Web para uma gama maior de usuários.
Publicado
2010-04-07
Como Citar
Scarton, C., & Aluísio, S. (2010). Análise da Inteligibilidade de textos via ferramentas de Processamento de Língua Natural: adaptando as métricas do Coh-Metrix para o Português. Linguamática, 2(1), 45-61. Obtido de https://linguamatica.com/index.php/linguamatica/article/view/44
Edição
Secção
Artigos de Investigação